sexta-feira, 23 de junho de 2017

BUTÃO - DIA 3 - 19 Abril 2011

19 Abril 2011, saída para Paro. A mesma estrada das milhentas curvas. Alojamento no hotel Olatang, num bungalow que recria a arquitectura butanesa.
Visita ao Museu Nacional do Butão. Grande parte dos artefactos são religiosos e selos de correio, que é uma das fontes de receita do país, através da emissão de colecções lindíssimas para coleccionadores. Ficámos a saber que em estado selvagem ainda se pode encontrar no Butão crocodilos, ursos, tigres. O Museu está instalado numa antiga torre de observação do forte de Paro. Grande parte do filme o Pequeno Buda foi rodado neste forte.
Nos arredores da cidade várias estradas estão em obras. Aqui as mulheres fazem exactamente os mesmos trabalhos que os homens. Segurança não existe. Os traços são pintados à mão, sem interrupções no trânsito em ambos os sentidos. As sacas de sarapilheira substituem baldes, no transporte de areia, pedras, etc.
Hoje soubemos que a moeda indiana é equivalente à do Butão, pelo que o dinheiro indiano pode circular livremente pelo país.

O canal nacional de televisão é transmitido em língua inglesa. Aliás quase tudo no Butão está escrito em inglês, o que parece ser incongruente com a manutenção de determinadas tradições no país.






















Sem comentários:

Publicar um comentário